Minhas postagens

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Ano novo "réveillon" aqui na Holanda


 
É sempre uma grande festa na Holanda. Muitas pessoas passam a noite com amigos ou parentes, assistem às famosas "conferências da noite do ano novo" e bebem muito champanhe com oliebollen (um doce tradicional holandês: bolinhos fritos com passas) e beignets de maçã. Até os fogos explodirem à meia-noite.

As grandes cidades comemoram intensamente. As grandes praças ficam cheias de pessoas, especialmente em bairros chineses, como Nieuwmarkt em Amsterdam. Caso você queira comemorar o ano novo em um bar, restaurante ou clube, deve fazer reservas com muita antecedência.

Na Holanda, todos podem comprar seus próprios fogos para iluminar o céu, o que muitas pessoas fazem alegremente. Milhões de euros são gastos a cada ano, criando um verdadeiro espetáculo. Embora oficialmente os fogos sejam permitidos por uma hora na noite de ano novo, há muitos deles ao longo de todo o dia e noite.

Aproximadamente três dias antes do Reveillon a venda de fogos de artifício, para consumo na festa, é liberada na Holanda. Isso parece ser um convite aos jovens holandeses para explodirem qualquer coisa que encontrem pela frente, cabines telefônicas, bicicletas, latas de lixo, etc. Nada é "seguro" na Holanda nesses dias. Quanto mais próximo do dia 31, mais explosões são ouvidas por toda parte. 

No momento da contagem regressiva, a maioria das cidades já está coberta por  uma nuvem de fumaça sulfurosa que embaça a vista de qualquer um que queira tentar enxergar o que está acontecendo no céu. Quando o relógio anuncia a chegada do novo ano, o país parece explodir enquanto todos soltam seus os maiores e mais barulhentos rojões.

A tradição holandesa

Na Holanda, a tradição do uso de fogos de artifício teve origem no século 19, quando os soldados que serviam na Ásia trouxeram esses produtos de origem chinesa para o país. A queima de fogos se tornou muito popular depois da Segunda Guerra Mundial. Dados históricos revelam  que algumas pessoas da região de Amsterdam esconderam um canhão em um sótão, o qual era usado para atirar os fogos.

Geralmente os holandeses aparentam ser bastante conscientes no que diz respeito à segurança, mas durante a noite do dia 31 de dezembro esse senso de responsabilidade desaparece.

No dia seguinte, a Holanda aguarda ansiosamente pelos noticiários para tomar conhecimento de quantas fatalidades aconteceram, quantas pessoas tiveram suas mãos ou seus pés arrancados por um rojão.

A geração mais velha censura os jovens por usarem fogos de artifício de maneira inadequada. Equipes especiais de limpeza patrulham as ruas e recolhem os entulhos deixados pelos festeiros da noite anterior.

Por ser permitido o uso de fogos de artifício somente na época do Ano Novo, o povo holandês não hesita em colocar em prática o seu "direito de explodir".

O banho de mar no Ano Novo  

Praia de Scheveningen , Haia

No primeiro dia do ano a praia de Scheveningen fica tão cheia quanto um dia quente de verão. Scheveningen é o lugar do tradicional banho de mar do Ano Novo. Ao meio-dia milhares de "bravos heróis" entram na água congelante do Mar do Norte.

Roupas coloridas

Nem todos os participantes vestem trajes de banho normal. Alguns desses participantes gostam de usar algo mais chamativo. Já foram vistas fantasias de São Nicolau, de personagens da Vila Sésamo, avestruz entre outras.

Pular as sete ondas.

A água, com certeza, é congelante, mas nem a baixa temperatura desestimula os participantes, jovens e idosos. Em 2003, o participante mais jovem tinha apenas três anos de idade e o mais velho 79. A maioria das pessoas que entra na água  é de holandeses, ao lado de milhares de outros, de várias outras nacionalidades.

Sopa quente

Ao meio-dia em ponto, todos pulam na água do Mar do Norte, ao mesmo tempo. A maioria das pessoas, depois de um mergulho de segundos, volta  correndo para a areia. A água é demasiadamente fria para que se consiga permanecer nela por muito tempo. Logo que saem do mar, as pessoas recebem um delicioso copo de sopa quente.



Atenção algumas coisas eu tirei de um site chamado brasileiros na Holanda.


Espero que tenham gostado ;-)

Postar um comentário